Plenitude

julho 25, 2016 at 9:20 pm (Coisas do Coração, Poemas, Sagrado Feminino)

conexão divina

Gosto de olho no olho
De coração escancarado
De saltar no abismo
De interpenetrar a alma
De conectar as energias
De sorrir quando beijo
De sentir o sol na pele
De pisar descalça
De mergulhar profundo
Gosto da intensidade
Da Verdade
Da Pureza e da Clareza
Do inteiro
Do completo
Gosto de sentir o Universo no peito
… e as estrelas nos olhos
Gosto de falar sem palavras
E de conversar até o sol nascer
Gosto de ficar olhando a fogueira
…desde que acende
sentir sua dança
na chama que some no ar
até se apagar
e manter o chão quente
Gosto de amar
sem amarras
De pulsar o pulso
numa dança única
De respirar inspirando
e expirando em ciclos contínuos
e síncronos
Gosto de sentir a água
do chuveiro
da chuva
da cachoeira
do mar
Gosto de estar nua
de ressentimentos
porque só existe o momento

 

Sophia Christou

(com saudades de mim)

Link permanente Deixe um comentário