Aproximação

fevereiro 19, 2013 at 10:03 pm (Insights)

caminho da cabala

 

Algumas pessoas são anunciadas por uma grande alegria em nossa vida que chega sem explicação, nos faz rir à toa

Outras por flores que brotam no coração e nos direcionam os olhos

Algumas nos fazem sonhar, sonhar, sem motivos, e simplesmente, mesmo sem a conhecermos pessoalmente quando aparecem à nossa frente, pela sincronicidade, os olhos brilham

Outras são anunciadas por sinos que soam e reverberam em nossa essência, nos chamam, nos despertam e nos lembram de quem somos

Outras são luzes de cores que mesclam nossa aura com algo conhecido e nos faz sentir Um Só

 

Sinto algo sem palavras, sem cor, sem forma, sem endereço brotar em mim

Alguém se aproxima, mas algo ainda me é velado

Seria um Ser alado?

Uma brisa que brota em perfume com ares de conhecido

Fica em mim apenas a certeza de Sua chegada

 

Pacientemente espero

Sinto, me alegro, me torno colorida, e brilho, o coração soa como o sino

Conscientemente espero

Através desse perfume

O Ar que como alento alimenta a sensação

De nunca estar só

Pois sinto nossa presença como Um, em algum lugar por onde tenho andado

…mas não lembro

Ei de despertar nessa conexão

Nesse Amor sem nome ou endereço

 

Sophia Christou

 

 

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Porque o céu é aqui e agora

fevereiro 17, 2013 at 11:24 pm (Mensagens, Vídeos)

“…Não há como procurarmos o paraíso, o céu, ou a felicidade como algo praticamente inatingível, ou que para atingí-la tenhamos que abandor a vida…

A Vida é a própria resposta, tudo está aqui. Há abundância!

E há o caminho, o Silêncio. E na prática, a Sabedoria, para saber o que está além desse Silêncio… e dispensá-lo.

Porque o céu é aqui e agora, só nos basta vivênciar de forma consciente, e a Beleza se apresentará

Em Alegria”

Sophia Christou

Link permanente Deixe um comentário

Tudo Azul

fevereiro 17, 2013 at 8:46 pm (Luz, Poemas)

Borboleta Azul

Azul

Na leveza que leva Luz

Num vôo que oscila e paira

Ouço o riachinho ao longe

E teu coração em meu ouvido

Só nós, e a cumplicidade da mata

Fim de tarde a chuva na montanha

A varanda é nosso aconchego

No olhar calmo

A água que a tudo lava

Ao sol a araucária engrandece a paisagem

Apenas a sensação de Paz

Para aquecer o coração

Limpo pela água da nascente

Renovação e Equilíbrio

Brilho e Luz em nós…

Sol após Lua, Lua após Sol

Perfeita Comunhão

Sophia Christou

Link permanente Deixe um comentário