As Palavras

novembro 14, 2012 at 7:59 pm (Mensagens, Vídeos)

As palavras saem quase sem querer
Rezam por nós dois
Tome conta do que vai dizer
Elas estão dentro dos meus olhos
Da minha boca, dos meus ombros.
Se quiser ouvir
É fácil perceber

Não me acerte
Não me cerque
Me dê absolvição
Faça luz onde há involução
Escolha os versos para ser meu bem
E não ser meu mal
Reabilite o meu coração

Tentei
Rasguei sua alma e pus no fogo
Não assoprei
Não relutei
Os buracos que eu cavei
Não quis rever
Mas o amargo delas resvalou em mim
Não me deu direito de viver em paz
Estou aqui pra te pedir perdão

As palavras fogem
Se você deixar
O impacto é grande demais
Cidades inteiras nascem a partir daí
Violentam, enlouquecem, ou me fazem dormir
Adoecem, curam ou me dão limites
Vá com carinho no que vai dizer

Vanessa da Mata

 “E fez-se o verbo… e a partir dele toda a criação…
O verbo carregando toda a intenção
A verdade do coração
Que ora, consola ou atinge, adoece
É o selo que une duas pontas
Uma ponte de ir e vir…

Não há como deixarmos guardado o que não queremos tratar
Uma hora volta, com todo o pó de ter ficado guardado
A limpeza torna-se maior
É preciso mais empenho e verdade
Para solução

Que possamos tratar as palavras mal ditas

Que possamos ter consciência ao proferí-las
E que especialmente não criemos mais buracos”

Essa música da Venessa da Mata é uma oração de liberdade, lindíssima e me trouxe um lindo, porém difícil insight, agora resta trabalhá-lo do coração pra consciência.

Grata por suas palavras e linda voz Vanessa!!!

Sophia Christou

Faça-se a Luz onde há involução
Reabilite o meu coração!

Link permanente Deixe um comentário