Eu canto nas alturas

outubro 31, 2010 at 9:01 pm (Hinos, Outros)

Eu canto nas alturas
A minha voz é retinida
Porque eu sou filho de Deus
E tenho a minha Mãe querida

A minha Mãe que me ensinou
A minha Mãe que me mandou
Eu sou filho de vos
Eu devo ter Amor

Com Amor tudo é verdade
Com Amor tudo é certeza
Eu vivo neste mundo
Sou dono da riqueza

A minha Mãe é a lua cheia
É a estrela que me guia
Estando bem perto de mim
Junto a mim é prenda minha

A riqueza todos tem
Mas é preciso compreender
Não é com fingimento
Todos querem merecer

Mestre Irineu

 

Anúncios

Link permanente 4 Comentários

Estrela Divinal

outubro 29, 2010 at 11:35 pm (Hinos, Outros)

Vi o bem do astral
Que a tudo reluz
Entre o bem e o mal
Aqui viveu Jesus
Agora aqui estamos
Diante desta cruz
Luz do firmamento
Na terra nos conduz

Oh! Meu fundamento
Oh! Flor mimosa do amor
Perdoai mal intento
Se humano ainda eu sou
Não sou bem nem meu
Eu sou o que sou
Sou Estrela Divinal
Sou o rosto do amor

Oh! Estrela Divinal
Mão doce a conduzir
No espaço sideral
Na terra vai luzir

Carioca  (Ronaldo Freitas)

 

Link permanente Deixe um comentário

Fogo

outubro 29, 2010 at 10:34 pm (Insights)

 

 

O fogo que faz queimar

é o que se inflama com a leveza do ar

tomando o incontível, como volátil

em reação com a matéria

toma vulto e avança

intensificando para consumir

e ao invés de consumar, se extinguir

 

 

 

 

O Fogo que arde interno

… é o fogo que acolhe e transforma

É o que não tem forma

e o calor não se aplaca

toma o ar na leveza

que o inspira e alimenta

fluindo em si a harmonia

com os demais elementos

regidos no Amor e sintonia

 

Quem brinca com fogo, pode se queimar…
Quem aprende a lidar com Fogo, pode se iluminar!

Sophia Christou

Link permanente Deixe um comentário

Limpeza e Harmonia

outubro 29, 2010 at 12:44 pm (Mensagens)

” …Que todos os seres despertem e se alinhem… o tempo é chegado…”

Link permanente Deixe um comentário

Metade

outubro 28, 2010 at 11:05 pm (Coisas do Coração, Outros)

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo o que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que o homem que eu amo seja pra sempre amado
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a uma mulher inundada de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também

Oswaldo Montenegro

Link permanente Deixe um comentário

Infinito Particular

outubro 26, 2010 at 7:54 pm (Coisas do Coração, Vídeos)

… sou Oceâno e Cosmo
se me olhas apenas como Praia e Céu
terás uma idéia de mim, 
se mergulhas ou alças vôo
podes traduzir o sentir

entre as letras dos poemas dos poetas
estão matáforas e chaves
na vibração que se veste de palavras, sons e imagens…

Sophia Christou

“…Só não se perca ao entrar no meu Infinito Particular…”

Link permanente Deixe um comentário

Teu

outubro 26, 2010 at 5:27 pm (Coisas do Coração, Poemas)

Te dou em palavras, poemas
E em poemas meu sentir
Te dou a flor a se abrir
Te dou meu Ser a sorrir

Te dou meu canto
Pra embalar teu caminho
Te dou em meu colo o ninho

Te dou em meus lábios o beijo
E em meu calor o desejo

Te dou o sol que arde em meu peito
Te dou a lua em ciclos perfeitos
Te dou a estrela de onde venho
Escondida em vulto de mulher

Te dou os dias e as manhãs
As madrugadas e as noites

Te dou a Eternidade em Nós

Se assim o quiser…

Sophia Christou          

Link permanente Deixe um comentário

Êxtase

outubro 24, 2010 at 11:35 pm (Luz, Poemas)

Douramos o Ponto de Consciência
Sem forma, eu e você
No UM em essência
Que em completude se forma
E se manifesta em festa…

Celebro

Sorrio

Danço no Azul Sagrado da Luz
No UM que formamos em singular
No Agora
Em Expansão Estelar
Em Êxtase…

Sophia Christou

Link permanente Deixe um comentário

Paciência

outubro 24, 2010 at 12:47 pm (Mensagens, Vídeos)

…Inspirando Paz
Expirando Amor
Pra envolver a tudo e a todos…
Acolher…
Sentir a Beleza da Vida em todos os detalhes,
Expandir
…estar além da aceleração mecânica…

Viver,
Sentir,

… A Vida é tão rara!!!
… e a Conexão tão sutil e delicada…

Sophia Christou

 

Link permanente Deixe um comentário

Noites com Sol

outubro 23, 2010 at 7:07 pm (Coisas do Coração, Vídeos)

“…afinal, acreditar que noite não tem sol… é limitar-se a um único lado do globo…
No Amor, não há dualidade…”

Sophia Christou

Link permanente Deixe um comentário

Next page »