Iê Iê Kere – Oxum

junho 13, 2010 at 9:11 pm (Hinos, Poemas, Sagrado Feminino)

De Iê Iê Kerê
E vem de Iê Iê Kerê
Carrega corrente escondida
Em calmaria
Espelhada em superfície e fantasia
Vestida de azul e dourado
Se esconde
Brilhando o céu e o sol
Na correnteza, na correnteza
Que carrega escondida em seu fluxo
Em seu veio a correr
De Iê Iê Kerê
E vem de Iê Iê Kerê
De Iê Iê Kerê
E vem de Iê Iê Kerê
Nasce nas fendas das rochas
Carrega flores e estrelas
Em calmaria
Espelhada em superfície e fantasia
Carrega o dom da Vida
Saltando em cachoeiras
Desfazendo a profundeza
Em cor
De arco-íris a brilhar seu amor
Resplandecer
Resplandecer
Resplandecer
Em luz, suavidade a voar, Obotó
Em sua cor, que eu sei de cor.
É ela que vem
Transformar, renovar, transcender
Transcender
Transcender
O doce da água em cor
De arco íris a brilhar seu amor
Está em lugar algum
Em toda luz, toda cor, toda flor
Todo rio de Mamãe Oxum
Nos rios de Mamãe Oxum
 

Sophia Christou

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: